Blog

Não, não é normal sangrar das gengivas. Sabe porquê?

A partir de certa altura torna-se de certo modo comum. Muitas pessoas interpretam quase como normal o sangramento das gengivas, enfim, como se fosse natural esta ou aquela hemorragia quando escovamos os dentes, ou passamos o fio dentário. Mas não, não é. E se isso acontece, por mínima que seja a hemorragia, é sinal que algo não está bem e deve ser tratado.

A grande maioria dos casos de hemorragia resulta de uma inflamação potenciada pelas bactérias que se acumulam junto aos dentes e às gengivas. Mas seja nestes casos ligeiros ou em problemas mais marcados, aquilo de que estamos a falar é sempre de um processo inflamatório, que geralmente significa a existência de uma doença periodontal, ou seja, de uma doença na gengiva ou até no próprio osso.

Dentro destes casos, sim, podemos estar a falar de situações mais simples resultantes da comum acumulação de tártaro, com consequente infeção da gengiva e hemorragia. Mas existem problemas mais sérios, que se vão discretamente agravando ao longo do tempo e que resultam, depois, em casos de degradação dos dentes ou até do osso do maxilar. Aí, os tratamentos são mais delicados. Mas seja o caso grave ou não, a primeira resposta deve ser sempre monitorizar, para eventualmente tratar. E é por isso que a regra das consultas de 6 em 6 meses é tão importante.

Existe ainda outro domínio de casos mais graves, mas felizmente menos frequentes. As hemorragias nas gengivas são mais frequentes, por exemplo, quando existem outras doenças em causa, como a diabetes, entre outras. Nestes casos importa estar muito atento à higiene oral e à necessidade de eventual tratamento compensatório. Num outro nível, ainda mais raro, refira-se que as hemorragias das gengivas também podem ser sinal de outras doenças mais graves.

Por fim, e para falar em temas menos pesados, as grávidas, por exemplo, também estão naturalmente mais sujeitas à questão sangramento das gengivas, especialmente durante o primeiro trimestre de gestação. A conclusão é que, em qualquer um dos casos, a hemorragia é sinal de algo que precisa de ser resolvido. Não, não é algo que tenha que ser normal. E, se possível, interessa não agravar.

Obrigado e boa semana!

Gonçalo Dias

Partilhar